quinta-feira, 15 de maio de 2014

As personagens em Leandro, o Rei da Helíria

Os nomes das filhas de Leandro, o Rei da Helíria

Coordenação e Subordinação


Recurso do Manual (Para)Textos da Porto Editora

Constituintes da frase



Recurso do Manual (Para)Textos da Porto Editora

Verbos e Conjugação Pronominal


Recurso do Manual (Para)Textos da Porto Editora

Advérbios


Advérbios from blog12cad

Recurso do Manual (Para)Textos da Porto Editora

sexta-feira, 21 de março de 2014

Poesia - Leitura expressiva

Ler poesia expressivamente não é difícil, basta:
  • entender o que se lê;
  • sentir o que se lê;
  • viver o que se lê;
  • respeitar as pausas da pontuação;
  • deixar transparecer os sentidos implícitos;
  • ser facial e corporalmente expressivo;
  • estabelecer contactos visuais intencionais com o público;
  • criar cumplicidade com o auditório;
  • não pensar que se trata de um poema (é um texto, simplesmente um texto que tem uma mensagem importante que queremos transmitir);
  • usufruir e deixar fluir o texto...

Aqui ficam alguns exemplos de leituras expressivas de poemas e um link que poderão consultar para ver outras hipóteses (clicar aqui).

 E o mestre Mário Viegas.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

"Avó e neto contra vento e areia” de Teolinda Gersão

Exemplo para a caracterização da Avó do conto “Avó e neto contra vento e areia” de Teolinda Gersão.

A avó é uma das personagens centrais do conto “Avó e neto contra vento e areia” de Teolinda Gersão.
A avó costumava ir À praia com o neto e sempre que o fazia “levava[-o] pela mão” e ficava a olhar para ele durante as suas brincadeiras, “para que não se perdesse”, mostrando a sua preocupação e simultaneamente o sentimento de proteção típico de uma avó. Estes passeios deixavam-na “muito contente, e o seu coração cantava”, já que amava o seu neto e se sentia feliz perto dele. A sua admiração e amor faziam com que ele considerasse o neto “perfeito” e, por isso, “nunca se cansava de olhá-lo”.
Apesar de já ter uma certa idade, “a avó sentia-se orgulhosa” por lhe ser confiado o neto, uma vez que essa era a prova de que ela continuava a ser “suficientemente forte para ter alguém por quem olhar” e que era “útil”, aspeto que lhe era vital, pois o que mais temia era vir a ser “um encargo para os outros”. Deste modo, a avó revela-se uma mulher independente e forte, sendo esta relação que mantém com o neto, um dos fatores que a fazem sentir-se viva e importante.   

Em suma, esta avó possui todas as características típicas da figura ideal que existe no imaginário de qualquer neto.